TEXTO:
No Distrito Federal, Arruda lidera a disputa para governador
31/07/2014
Em segundo lugar, empatados tecnicamente, estão Agnelo Queiroz e Rollemberg
agência brasil
​Arruda é lembrado por 18% dos entrevistados na pergunta espontânea.

Na primeira pesquisa de intenção de voto realizada a pedido da TV Globo, após o registro das candidaturas, pelo IBOPE Inteligência no Distrito Federal, o candidato Arruda (PR) está na liderança da disputa eleitoral com 32% das intenções de voto. Em segundo lugar, empatados tecnicamente, estão o candidato à reeleição, Agnelo Queiroz (PT) com 17% das menções e o pessebista Rollemberg, com 15%. Em outro patamar aparecem Toninho do PSOL (PSOL) e Luiz Pitiman, do PSDB, citados por 6% dos eleitores cada. A candidata Perci Marrara (PCO) tem 1% das intenções de voto. Os entrevistados que declaram intenção de votar em branco ou anular somam 13%, enquanto os indecisos são 10% dos eleitores do Distrito Federal.


Na pergunta espontânea, ou seja, quando não há estímulo com o nome dos candidatos, 46% do eleitorado do Distrito Federal afirma estar indeciso. Tal percentual é comum neste momento, tendo em vista que não tiveram ainda início as propagandas eleitorais na TV e no rádio. Arruda é lembrado por 18% dos entrevistados e Agnelo, por sua vez, obtém 11% das intenções de voto. O candidato Rollemberg tem 5%; Pitiman e Toninho do PSOL são mencionados por 2% cada. Eleitores que não opinam a respeito são 14%.

Expectativa de vitória - De maneira independente à intenção de voto, 38% dos eleitores acreditam que Arruda será eleito governador do Distrito Federal, enquanto 26% creem na reeleição de Agnelo. Rollemberg é tido como vitorioso por 8% do eleitorado e Luiz Pitiman e Toninho do PSOL por 2% cada. A candidata Perci Marrara é mencionada por menos de 1% da amostra.

Rejeição - O IBOPE Inteligência perguntou aos eleitores do Distrito Federal em qual candidato não votariam de jeito nenhum, dando a opção de mencionar mais de um nome. Nesta pergunta, 46% dizem que não votariam de jeito nenhum em Agnelo, enquanto Arruda é citado por 32% dos eleitores. Os candidatos Toninho do PSOL e Luiz Pitiman são mencionados por 9% dos eleitores, cada; Perci Marrara por 8% e Rollemberg por 7%. Espontaneamente, 3% do eleitorado afirma que poderia votar em todos. Aqueles que não sabem ou não respondem somam 16%.

Intenção de voto para o Senado - Para a vaga de Senado disponível, o candidato Reguffe (PDT) está em primeiro lugar com 31% das intenções de voto. Em segundo lugar, empatados tecnicamente, estão os candidatos Magela (PT), com 16%, e Gim Argello (PTB), com 13%. Em outro patamar, Sandra Quezado (PSDB) tem 2%, enquanto os candidatos Aldemario (PSOL), Expedito Mendonça (PCO), Robson (PSTU) e Jamil Magari (PCB) apresentam 1% das intenções de voto cada. Entre o total dos eleitores, 18% estão indecisos e 16% preferem não opinar.


Mais da metade (56%) dos eleitores não sabem ou não respondem a pergunta espontaneamente. Magela tem 5% das menções, Argello tem 4%. Aqueles com intenção de votar em branco ou anular o voto totalizam 20%.

Intenção de voto para presidente - No Distrito Federal configura-se empate técnico na liderança da disputa para Presidente: o senador Aécio Neves (PSDB) tem 27% das intenções de voto para presidente, contra 26% das menções à atual presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. Em um segundo patamar, aparece Eduardo Campos (PSB), com 11% das citações. Pastor Everaldo (PSC) é mencionado por 5% do eleitorado, enquanto Luciana Genro (PSOL), Zé Maria (PSTU) e Eduardo Jorge (PV) têm 1% das citações cada. O percentual somado dos demais candidatos atinge 1%. Eleitores com intenção de votar branco ou nulo são 14%, enquanto 13% preferem não opinar.


Na pergunta espontânea, ou seja, sem a apresentação do disco com os nomes dos candidatos, 41% do eleitorado não sabe em quem irá votar ou não responde a pergunta. Dilma e Aécio aparecem novamente empatados, considerando a margem de erro da pesquisa, de três pontos percentuais: a petista é citada por 19%, contra 16% de menções a Aécio Neves. Eduardo Campos é mencionado por 7% dos eleitores. Pastor Everaldo tem 1% de citações, enquanto os demais candidatos não atingem 1% cada. Eleitores com intenção de votar em branco ou anular o voto somam 14%.

Avaliação da atual administração -  A atual administração do Governador Agnelo Queiroz é avaliada de forma negativa (soma das menções ruim e péssima) por metade dos entrevistados, enquanto 31% a consideram regular, e 16% ótima ou boa. Dois terços (66%) dos eleitores desaprovam a atual administração, contra 25% que a aprovam.

Para os eleitores do Distrito Federal, as áreas em que a população da UF enfrenta os maiores problemas são saúde (81%), segurança pública (55%) e educação (54%). Lembrando que, nesta pergunta, o entrevistado poderia mencionar até três áreas dentre as presentes na cartela.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA (JOB Nº 0469-1 | 2014)
Período de campo: a pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho de 2014.
Tamanho da amostra: foram entrevistados 1204 eleitores.
Margem de erro: a margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.
Nível de confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.
Solicitante: pesquisa contratada pela Globo Comunicação e Participações S/A.
Registro eleitoral: registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal sob registro nº DF-00022/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo nº BR-00267/2014.


RELATÓRIO

Comentários
MAURO ANTONIO HOLZ
31/jul/2014
Quando iniciar a campanha no radio e televisão e os debates e que vamos ver quem tem mais chances . Por outro lado sinto o povo bem afastado do debate politico .
TAGS
Política e eleições
 

 Notícias Relacionadas

 
 
Maioria considera que mudança de rumo no governo Dilma em relação a Lula levou país à crise
03/nov/2015
Para maioria, mudança de rumo no governo Dilma em relação a Lula levou país à crise
Aécio e Serra venceriam Lula se eleição fosse hoje
27/ago/2015
Alckmin empataria tecnicamente com ex-presidente em um confronto direto
 

 Soluções Relacionadas

 
Resultados eleitorais diários e médias móveis, entregues em 24 horas.
Identifica e mensura o impacto dos acontecimentos numa campanha.
Direciona e adequa estratégias de comunicação e o rumo da campanha.
Monitora a satisfação dos usuários de serviços públicos e privados.
 
PUBLICIDADE
Saiba mais sobre a marca Kantar IBOPE Media
Conheça o portfólio da Kantar IBOPE Media
Acompanhe nossos perfis e saiba todas as novidades da Kantar IBOPE Media