TEXTO:
TV por assinatura cresce na América Latina
10/12/2013
Consumo do meio na região teve aumento de 38% no período de 2008 a 2012
shutterstock
​Em 2012, consumo de TV paga atingiu 51% da população da América Latina

​Nos últimos cinco anos, o consumo de TV por assintura aumentou de forma significativa na América Latina.  Em 2012, o meio atingiu 51% da população da região, ante 37%  registrados em 2008, o que representou um aumento de 38% do consumo do meio no período.

De acordo com dados do Target Group Index, estudo do IBOPE Media, o Equador é o país onde esse crescimeto foi mais expressivo.

Em 2008, 13% dos equatorianos afirmavam ter assistido TV paga nos últimos sete dias, percentual que cresceu 113%, atingindo 27% da população em 2012.
Na comparação entre os países, o Brasil é o que apresenta a segunda maior taxa de crescimento da TV paga no mesmo período, com um aumento de 87% no consumo do meio.

Na sequência, aparece o Chile onde o consumo da TV por assinatura passou de 35% em 2008,  para 63% em 2012, ou seja, um crescimento de 78%.

No México, o aumento no consumo de TV paga chegou a 33%. Seguido da Venezuela, com crescimento de 24%, e do Peru, com aumento de 20% no consumo do meio.

Já na Colômbia, país que apresenta a maior penetração da TV paga na América Latina (86%), o crescimento foi 17%.

Entre os países aferidos, o menor índice de crescimento foi registrado na Argentina, com aumento de 13% no consumo de TV por assinatura no país.

Sobre a pesquisa:
O Target Group Index é um estudo multimeios sobre o consumo de produtos, serviços e mídia, estilo de vida e características sócio demográficas. Cobertura: Argentina: Capital Federal/GBA, Buenos Aires/Córdoba, Cuyo/ NOA, Litoral e Sul. Brasil (regiões metropolitanas): Brasília (DF), Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São Paulo - Interior e Sul/ Sudeste – Interior. Chile: Grande Santiago. Colômbia: Bogotá, Medellín, Cali, Barranquilla, Bucaramanga, Pereira.  Equador: Guayaquil, Quito. México: México City (D.F.), Guadalajara, Monterrey e Balanço de 25 cidades. Peru: Lima. Venezuela: Caracas, Maracaibo, Barquisimeto, Valencia, Maracay, Puerto La Cruz/Barcelona. Amostra: 4.480.

Comentários
Penha Dias
01/jan/2014
É importante muita cautela ao se contratar os serviços de uma TV por assinatura.Geralmente,não cumprem o que prometem.
TAGS
Audiência dos meios; TV
 

 Notícias Relacionadas

 
 
88% dos internautas brasileiros assistem TV e navegam na internet ao mesmo tempo
16/set/2015
72% dividem a atenção entre televisão e redes sociais
IBOPE Media inicia medição de audiência de TV gravada e assistida posteriormente
30/set/2014
Nesta primeira fase, Time Shifted Viewing destina-se a emissoras de TV
 

 Soluções Relacionadas

 
Análise estratégica, tática e eficiência do plano de mídia da concorrência em TV
Sob demanda, para onde não há pesquisa regular.
Pesquisa que fornece mapeamento completo do consumo de TV por assinatura no Brasil.
Inclua perguntas adicionais em estudos regulares de mídia.
 
PUBLICIDADE
Saiba mais sobre a marca Kantar IBOPE Media
Conheça o portfólio da Kantar IBOPE Media
Acompanhe nossos perfis e saiba todas as novidades da Kantar IBOPE Media